Posts By: Raphael Simão

Dicas de Pilotagem #1: Traçado em Uma Regra e uma Exceção

Neste vídeo sobre dicas de pilotagem de kart ou carro, ensino como utilizar apenas uma regra e uma exceção para executar o melhor traçado possível em pista, seja para kart, carro de turismo ou monoposto. Assim, mesmo quem não tem experiência em pilotagem de competição poderá rapidamente aprender como executar o traçado ideal em uma corrida de kart.

Dicas de Pilotagem #1: Traçado com apenas Uma Regra e uma Exceção

Olá, meu nome é Cristian eu sou instrutor de pilotagem de competição

Já estou há vários anos dando aulas de carro e hoje estou dando aulas de kart. E durante todos esses anos eu vi muitas maneiras boas e não tão boas de se explicar como a gente deve contornar um traçado na hora de você ser rápido numa pista. E ao longo desses anos, vendo todas essas explicações, eu bolei uma ideia que eu acho muito interessante pra compartilhar com vocês de uma maneira mais simples de ensinar como que a gente contorna o traçado de uma pista de corrida. Ela chama uma regra e uma exceção, ou seja apenas eu ensinando uma regra e uma exceção, você praticamente mata a charada em qualquer traçado que você entrar pra correr… Vamos lá?

A regra: Vamos tomar como exemplo uma curva de 90 graus, que é certamente o melhor exemplo para a gente poder explicar o conceito. Então a gente quer contornar o mais rápido o possível e contornando o menor espaço físico o possível para chegar mais rápido ao final da volta. Então pra exemplificar o conceito. se a curva é para a direita como nesse caso aqui, a gente via se aproximar pelo lado esquerdo, ou seja, você vem pelo lado de fora, começa a frear o kart ou o carro antes da curva – e muito importante – com o volante reto. Mas por quê, com o volante reto? Quando você freia com o volante reto você tem praticamente o mesmo peso de pressão e aderência nos pneus traseiros que é aonde normalmente freamos o kart, ou nas quatro rodas quando você está freando o carro. Dessa maneira você evita desbalancear o carro, ou levar o carro ou o kart a sair de traseira em qualquer ponto aí na hora da sua freada. Então você vem freando com ele reto. Quando você chegar perto da curva o traçado ideal é o traçado que simula uma tangencia a uma circunferência, então vou desenhar aqui pra vocês; a gente tangencia a curva dessa maneira aqui assim ó (veja vídeo)… Dessa maneira a curva fica muito mais suave na hora de esterçar o volante. Então, apesar de ser uma curva de 90 graus, você está virando muito menos o volante do que precisaria virar pra virar os 90 graus e você consegue cortar caminho, porque – veja só – apesar de vir por fora aqui nesse ponto você está do lado de dentro da curva, ou seja aonde você economiza maior espaço possível.

Então a tangencia é a regra… E aqui são os pontos que você deve prestar atenção na regra: Como já falei, frear reto, começar a tangenciar antes da curva, no ponto médio da curva (ou seja no ponto de tangencia ou ápice) você está no lado mais dentro possível da curva, e a partir da metade da curva você já vai mirar do lado de fora da próxima reta, ou seja, você vai deixar o kart (ou o carro) sem mexer o volante, e aí você vai deixar o kart rolar até o limite da pista, para que você aproveite o máximo a pista na saída de curva.

Mais um detalhe aqui muito importante: Onde eu começo a acelerar?

Uma vez que você freou e começou a esterçar o volante, e o kart está suficientemente devagar para que ele não escorregue lateralmente, você já pode começar a acelerar. Nas minhas aulas eu pego uma canetinha e desenho um “pé no acelerador”, não sei se dá pra ver direito, mas enfim… você vem, freia reto começa a contornar, se você estiver devagar o suficiente devagar você já pode começar a acelerar onde eu desenhei esse “pé”, e daqui pra frente você solta o kart lá pra zebra de fora, já retomando a velocidade.

Detalhes que eu já falei: A frenagem deve ser sempre reta, e outra coisa muito importante que as pessoas nem sempre se dão conta é que o mais importante pra você ser rápido na pista, nem sempre é você chegar entrar na curva o mais rápido o possível, e sim sair da curva o mais rápido possível. Então, quanto antes você retomar a aceleração, melhor. Ou seja, se você freou entrou na curva e o kart ainda não está suficientemente devagar pra fazer a curva, o kart vai escorregar e aí você vai ter que retomar a aderência dele ANTES de poder retomar a aceleração. E gente, cada 10 cm que eu consigo acelerar antes na curva, vai me dar praticamente meio metro lá na frente na próxima frenagem depois da próxima reta, ok?

No resumo:

Freou reto, começou a tangenciar, esteja devagar o suficiente pra retomar a aceleração, beliscou aqui o ponto médio da curva no lado de dentro e começa a soltar o kart pra fora, lá pro lado externo da pista de novo. E pronto, esta é a regra pra contorno de traçados.

Vamos pra exceção?

A exceção ocorre quando a gente tem mais de uma curva, ou seja, ou duas curvas (no caso de um S ou uma sequência de curvas) ou mais. Dessa maneira a gente tem que privilegiar sempre a última curva antes da reta, em detrimento das outras curvas. Então vamos lá: Temos um S aqui pra agente demonstrar. A gente vai começar o processo da mesma maneira da regra, ou seja, aproximado o kart pelo lado de fora da curva, começou freando o kart reto, começou a tangenciar chegou aqui na metade, no ponto médio, e ao invés de a gente soltar o kart ou o carro pro lado de fora de pista, o que nos daria velocidade se tivesse já uma reta, a gente tem que sacrificar a primeira curva pra fazer a segunda curva melhor, ou seja, a gente tem que manter o kart pelo lado de dentro. Dessa maneira aqui assim, a gente não vai fazer uma curva tão aberta porque a gente vai ter que esterçar um pouco mais, porém, se você mantiver o kart assim, você vai preparar a segunda curva para ser ideal, ou seja, você mantém por dentro e executa o traçado na segunda curva com perfeição… Note no vídeo o ponto médio dessa curva… Eu vou arredondar um pouquinho a tangencia, assim vocês conseguem entender. A gente vem, freia reto, da mesma maneira, toma a tangencia quando chega no ponto médio da curva, a gente está pelo lado de dentro, só que ao invés de você deixar escapar o kart como se fosse uma reta já direto, você tem que manter o kart por dentro pra fazer a segunda perna bem feita. Vou utilizar a caneta vermelha e vou demonstrar pra vocês se a gente fizer errado, o que acontece: Se eu deixar o kart escapar aqui, vindo mais forte, em comparação ao traçado azul eu vou começar a saindo mais forte, porém quando eu chegar ao segundo ápice, eu vou ter que fazer um cotovelo tão grande que pra eu fazer o traçado certo eu vou ter que diminuir muito a velocidade. Assim vou retomar a velocidade muito tarde, ao invés do ponto ideal que seria como eu expliquei com a caneta azul.

Ou seja, a gente vai sacrificar a primeira perna pra fazer a segunda perna de um jeito mais rápido. E inclusive dá pra desenhar o “pezinho” igual eu expliquei na regra, assim. Aqui você encosta o pé no acelerador, e pronto, é só acelerar!

Porém, aqui nesse caso não adianta você dar um ponta pé no acelerador pra sair rápido que você ainda tem muita curva pra você fazer. Ou seja, estabilizou o kart, retoma o acelerador, nem sempre “no talo”… geralmente é retomar o suficiente pra contornar e fazer a segunda perna, ou seja, só partir do “ápice” você já pode dar 100% de aceleração

Essa então é a exceção, ou seja, na regra você vem freia reto e tangencia e sai. E na exceção você freia reto, começa a retomar sacrifica a primeira saída, mantém por dento para que a sua segunda perna seja ideal. Gente, como eu falei, se você a acelerar aqui daqui a até tem mais ou menos vamos supor… 1 metro. No final do trajeto se você acelerou antes, você tem no mínimo, uns 3 metros de vantagem em relação a quem fez a curva errada. Ok?

Essas foram a regra e a exceção no contorno de traçados. Agradeço pela atenção de vocês e quero sugerir o seguinte:

Para eu continuar trazendo que vocês curtam, que seja relevante pra vocês, deixa aí abaixo nos comentários que tipo de dúvida vocês tem em pista, o que vocês gostariam de saber? O traçado, a zebra, retomada, como agir num ultrapassagem, enfim… o que vocês quiserem, pergunta aqui embaixo nos comentários que vou tentar responder.
Outra coisa, se você curtiu, por favor clique aí em curtir, se você quiser compartilhar, fique à vontade. E se você quiser saber sobre mais vídeos, se inscreva no canal que a gente vai postando e você fica sabendo, tá bom?

Um forte abraço!

Se tiver dúvidas e quiser saber alguma dica de pilotagem de kart ou carro, pergunte nos cometários abaixo!