Pilotagem de Kart

Kart Elétrico: Primeiras (e ótimas) impressões!

Kart elétrico: Durante o feriado de carnaval em 2015 fui visitar A Arena Parque Dom Pedro, local do Kart Fly Eletric Racing.

Foi uma experiência muito bacana, ainda mais levando em conta que o futuro do automobilismo (e dos karts também) já vislumbra motores elétricos.

O projeto do kart elétrico parece ser muito bem feito, e o kart tem uma boa aceleração, apesar de um “gap” entre vc apertar o pedal do acelerador e o motor elétrico responder. Recomendo assistir o vídeo acima!

Kart elétrico! Primeiras (e ótimas) impressões…

Opa, e aí pessoal, tudo bem? aqui é o Cristian, e nesse feriadão de carnaval eu fui até Campinas, mais particularmente no shopping Dom Pedro, onde tem uma pista de kart lá chamada Kart Fly. Parece até uma pista normal de indoor de shopping. Porém, quando você olha lá na pista você de cara nota alguma coisa diferente. Os karts são elétricos, eu fui lá testar os karts, eu conheci o pessoal de lá, um pessoal muito gente boa muito bacana de conhecer.

E eles me explicaram um pouco mais do projeto deles, eu vou mostrar pra vocês pra você agora as cenas de eu andando (claro que eu levei minha câmera) e enquanto vocês veem minhas voltinhas aí, eu conto mais do kart, ta bom?
Valeu pessoal!

Então, a primeira coisa que vocês podem notar é que esse kart tem as laterais mais largas e um banco inteiriço. Nas laterais desse lado esquerdo tem algumas baterias, e do lado direito tem o motor propriamente dito, elétrico e um painel para controle do kart e servir como receptor do botão do box que aciona via wifi todos os karts. Ele tem um painel abaixo do volante que dá pra ver o botão vermelho que é liga desliga, e uma vez ligado ele não faz barulho nenhum, você acelera ele anda! Ele tem um botão pra frente e pra trás, caso você sofra uma batida e precise voltar pra pista, ele tem até um botão de marcha ré!

Você vê que ele tem cinto de segurança de 4 pontos, muito bacana, muito seguro e como eu falei antes o banco inteiriço atrás, além do banco de kart ele tem um encosto maior, mais alto pra trás que protege o piloto caso tome alguma batida por trás para não mexer tanto o pescoço.

Uma coisa muito interessante que ele tem um mecanismo de defesa no freio, que quando você começa a acelerar, se você encostar no freio, o pedal do freio corta a eletricidade do kart (além de frear o kart).

Eu vou até levar o bando um pouco pra trás ali, porque você dá uma encostadinha no freio e ele corta a eletricidade e o kart morre. Isso impede você de acelerar e frear ao mesmo tempo. Isso para a manutenção do kart pra eles é muito bom.

Vou começar a sair e a gente está saindo agora aí com a limitação de 20 km/h que é como se fosse bandeira amarela, eu aproveitei pra virar um pouquinho pra lá e pra, pra sentir um pouco como o kart se comporta.

E o barulho dele é um barulho elétrico! Você vê, eu to acelerando tudo, mas tá bloqueado lá no box pelo diretor de prova. Quando ele soltar daqui a pouquinho você vai ver que o kart logo vai dar um pulinho pra frente, quer ver?

Aí ó… Aí agora eu vou começar a andar, primeiro aprender um pouco a pista pra decorar e tal, mas de cara você já vê que não é um brinquedinho de criança, você acelera e ele empurra mesmo!

O torque é linear, então logo no começo que você acelera, ele já tem torque máximo e leva a velocidade do kart pra cima! Essa é a primeira reta que eu passei acelerando o kart anda bastante, não é ruinzinho não, é uma coisa bacana de ver! O motor elétrico eu até já tinha me perguntando, comparando com kart de 13hp da granja, qual é a diferença entre cada um… Então vamos lá:

Eles aceleram muito parecidos. Tem hora que eu acho que esse é melhor e vai ter hora que eu acho que o motor a combustão vai ser melhor, depende do tipo de pista que vc estiver.

Apesar de o torque se imediato no máximo aí, você encosta o pé no acelerador ele começa a empurrar, ele tem um pequeno atraso (ainda elétrico) que eu até expliquei isso pro diretor de prova que acho que poderia ser um pouquinho mais rápido (mas não é nada que comprometa a sua tocada). Você acaba se antecipando pra compensar! Ou seja apertando o pedal do acelerador um pouquinho antes pra se antecipar a esse pequeno delay que o acelerador tem, você ajeita a sua tocada. Fora isso, o kart é equilibradinho, dá pra ver que eu estou começando a “morder” um pouco mais as curvas. Nessa curva eu já quase fiz de pé embaixo, dei um tiradinha de pé e fui tentando aumentar aí… Bom pessoal, divirtam-se aí, curtam um pouquinho…

Concluindo, acho que deve ter dado pra dar uma curtida aí, a pista é feita de asfalto e ela é um pouquinho estreita, então em situações de corrida é um pouco complicado de ultrapassar, mas não é impossível. Um fator um pouquinho limitante ainda é que o número de karts disponíveis que eles tem disponíveis por bateria é até 8 karts, acredito que por causa que do tamanho da pista. Isso com certeza ao longo do tempo aí deve evoluir o negócio e deve ter mais pistas e lugares com mais karts. Agora vou encostar o kart aí, vou desligar e dar minhas primeiras impressões pra eles…

Obrigado pessoal, até mais!

Para saber mais sobre a pista, valores, baterias, etc., acesse: https://www.kartfly.com.br